Enquanto isso, ali no MAM…

Acontecia o Ziguezague (no blog está escrito tudo junto mesmo! rs), um evento que promove palestras e oficinas e conta com a participação de pesquisadores e designers estrelados. Nesta edição colaboraram, dentre outros, Rita Weiner, Alexandre Herchcovitch e Ronaldo Fraga, cujo debate eu fui assistir ontem de manhã.

O estilista Ronaldo Fraga participa do Ziguezague, realizado no MAM

O estilista Ronaldo Fraga participa do Ziguezague, realizado no Museu de Arte Moderna

O auditório lotado transparecia a curiosidade acerca do que aconteceria de fato naquela palestra. “Será que ele vai ser legal?”, “será que vai ser sincero?”, “será que vai explicar direito o processo de criação dos seus desfiles?” Sim, para todas as perguntas. O sotaque mineiro carregado agrega alegria ao português corretamente falado, e esta união com palavras de conteúdo prenderam a atenção de todos.

Depois da exibição de flashes de três desfiles passados, a saber “A viagem de Gulliver” (inverno 2003), “A cobra: ri – Uma estória para Guimarães Rosa” (verão 2007) e “Tudo é risco de giz” (inverno 2009), o estilista explicou um a um, do processo de concepção da ideia até a sensação pós-passarela.

Ronaldo falou do seu “desejo pelo estranhamento” e afirmou: “Levamos susto com pouca coisa atualmente e acho que é o susto que nos impulsiona para cima”. O susto, para ele, é aliás “a principal estrutura de um desfile”.

Falou também sobre a dificuldade de participar de um evento como a São Paulo Fashion Week: “Em um desfile você dá a cara a tapa, você expõe sua biografia, seus funcionários, seis meses de trabalho…” E completou, sobre seu objetivo com as apresentações: “Muito mais que gostarem ou não, é fazer com que as pessoas esqueçam de onde elas estão. (…) Coleção após coleção, essa é a minha intenção”.

A pesquisadora Rosane Preciosa mediou o debate com o estilista Ronaldo Fraga

A pesquisadora Rosane Preciosa mediou o debate com o estilista Ronaldo Fraga

O evento contou também com a mediação e as observações da pesquisadora Rosane Preciosa, que discorreu sobre a não tão boa percepção e difusão das ideias de Ronaldo pela mídia. “O criativo é metodologicamente fazer funcionar estranhezas”, criticou. Depois, deu abertura do espaço para as perguntas da plateia.

Em resposta a depoimentos emocionados de fãs estudantes da área, o estilista ponderou: “Moda é escolha, culinária é escolha etc.. (…) Desejos e escolhas são reflexos da forma como você pensa e dialoga com o seu tempo”.

Reflexões profundas foram, acima de tudo, o que Ronaldo Fraga instigou com sua participação no evento e é frequentemente o que provoca com seus desfiles.

Fotos: Nathália Fuzaro.

(posted by nfuzaro)

2 thoughts on “Enquanto isso, ali no MAM…

  1. De fato, um gênio! Pois os realmente sábios não precisam exibir seus conhecimentos sem que seja preciso, não é?
    Beijos!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s